A mídia ocidental 'sensacionalista' o desprezo de Obama no G20: jornal chinês

Autoridades de ambos os países teriam trocado palavras raivosas com uma autoridade local castigando um funcionário da Casa Branca.

obama, obama snub, obama china, obama xi jinping, obama G20, G20, US china, US china G20, Barack Obama, últimas notícias, últimas notícias do mundoO presidente dos EUA, Barack Obama, com o presidente chinês Xi Jinping na cerimônia de abertura da Cúpula do G20 em Hangzhou, China, 4 de setembro de 2016. (Fonte: REUTERS / Nicolas Asfonri / Pool)

Após acusações das autoridades chinesas de entregar uma afronta diplomática calculada ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por não fornecer uma escada para sair de seu avião durante sua chegada à Cúpula do G20, um jornal chinês sugeriu que o incidente foi insignificante, acrescentando, foi sensacionalizado pela mídia ocidental.

Obama chegou ao aeroporto internacional de Hangzhou na tarde de sábado como seu último encontro face a face com o presidente chinês Xi Jinping. O Global Times, um tablóide controlado pelo Partido Comunista em um editorial, destacou suas opiniões sobre a saga do aeroporto. A mídia ocidental divulgou o incidente, mas Obama tentou minimizar, o Guardian citou o Global Times.

Isso nos faz acreditar que a atmosfera tensa entre a China e os EUA pode ser parcialmente atribuída à mídia ocidental, que muitas vezes faz barulho por questões insignificantes, acrescentou. Autoridades de ambos os países teriam trocado palavras raivosas com uma autoridade local castigando um funcionário da Casa Branca.

Afirmando que o episódio não eclipsaria a cooperação EUA-China, disse que Obama provavelmente não gostaria de ver tendências nas relações sino-americanas antes de deixar o cargo. O governo chinês teria negado qualquer desprezo diplomático a Obama, que não desembarcou de seu avião em uma escada com tapete vermelho, como outros líderes mundiais que chegam para o G20.

Shen Dingli, especialista em relações internacionais da prestigiosa Universidade Fudan em Xangai, disse ao Straits Times de Singapura que os Estados Unidos deveriam saber muito bem o que fizeram para incomodar a China. O motivo pode ser as críticas de Washington às atividades de Pequim no Mar da China Meridional. Enquanto isso, a Defense Intelligence Agency (DIA), uma agência de espionagem do Pentágono, também denunciou o incidente. Elegante como sempre, China, DIA tuitou, com um link para um artigo do New York Times sobre o incidente. A mensagem foi, no entanto, excluída posteriormente.

Uma postagem subsequente da conta lida, Hoje cedo, um tweet sobre um artigo de notícias foi postado por engano a partir desta conta e não representa a opinião do DIA. Nós pedimos desculpas.