Repórter do TOLOnews: Relatos de morte são falsos, foi espancado pelo Talibã

O repórter tuitou: 'A questão foi compartilhada com os líderes do Taleban. No entanto, os perpetradores ainda não foram presos, o que é uma séria ameaça à liberdade de expressão. '

Repórter Ziar Yaad Khan do TOLOnews. (Foto: Twitter / @ ziaryaad)

Um jornalista do TOLOnews do Afeganistão foi supostamente espancado pelo Taleban em Cabul na quinta-feira.

Mesmo quando começaram a chegar relatórios sobre sua morte, Ziar Yaad Khan twittou dizendo que a notícia era falsa. Ele alegou que foi espancado pelo Taleban na Nova Cidade de Cabul sob a mira de uma arma.

Siga as atualizações ao vivo| Repórter afegão espancado pelo Taleban em Cabul, diz reportagem da mídia

Fui espancado pelo Talibã na Nova Cidade de Cabul enquanto fazia uma reportagem. Câmeras, equipamento técnico e meu celular pessoal também foram sequestrados. Algumas pessoas espalharam a notícia da minha morte, que é falsa. O Talibã saiu de um Land Cruiser blindado e me atingiu com uma arma, dizia o tweet de Khan.

Ele acrescentou, eu ainda não sei por que eles se comportaram assim e de repente me atacaram. A questão foi compartilhada com os líderes do Taleban. No entanto, os perpetradores ainda não foram presos, o que representa uma grave ameaça à liberdade de expressão.

Anteriormente, o Taleban havia atirado e matado um parente de um jornalista da Deutsche Welle enquanto o procurava, disse a emissora pública alemã. Os militantes estavam fazendo uma busca de casa em casa pelo jornalista, que agora trabalha na Alemanha, disse DW. Um segundo parente ficou gravemente ferido, mas outros conseguiram escapar, disse, sem fornecer detalhes do incidente.