Homens armados matam apresentadora de TV no leste do Afeganistão

Ninguém assumiu a responsabilidade, mas uma afiliada do Estado Islâmico está sediada no leste do Afeganistão e reivindicou a maioria dos ataques recentes contra civis no Afeganistão.

Malala Maiwand, âncora de TV do AfeganistãoAlém de trabalhar como apresentadora de TV e rádio, Maiwand também foi uma ativista que defendeu os direitos das mulheres e crianças afegãs.

Homens armados atiraram e mataram uma âncora de TV no leste do Afeganistão na quinta-feira, disseram as autoridades.

Os agressores abriram fogo contra o carro de Malala Maiwand logo depois que ela deixou sua casa na província de Nangarhar, disse Attaullah Khogyani, porta-voz do governador.

Ninguém assumiu a responsabilidade, mas uma afiliada do Estado Islâmico está sediada no leste do Afeganistão e reivindicou a maioria dos ataques recentes contra civis no Afeganistão. O Taleban também opera na área.

Além de trabalhar como apresentadora de TV e rádio, Maiwand também foi uma ativista que defendeu os direitos das mulheres e crianças afegãs.

Dois jornalistas afegãos foram mortos em atentados separados no Afeganistão no mês passado. O grupo internacional de liberdade de imprensa Repórteres Sem Fronteiras classificou o Afeganistão como um dos países mais mortíferos do mundo para jornalistas.