Analistas citam doença de Hillary Clinton em nova queda do peso mexicano

Clinton teve que sair mais cedo de uma cerimônia em memória de 11 de setembro, e mais tarde revelou que estava com pneumonia.

Hillary clinton, Clintom, doença de Hillary clinton, pneumonia clinton, pneumonia, pneumonia clinton, Donald Trump, EUA, eleições nos EUA, notícias mundiaisO peso caiu quase 17% em valor no ano passado.

Economistas há muito dizem que, quando os Estados Unidos pegam um resfriado, o México pega pneumonia. Mas analistas disseram na segunda-feira que a pneumonia de Hillary Clinton deu ao peso mexicano algo pior.

A moeda mexicana atingiu a barreira psicológica de 20 pesos por dólar, e analistas e comentaristas citaram o papel da campanha presidencial dos EUA.

O Banamex, um dos maiores bancos do México, listou o peso a 19,96, e outros bancos e casas de câmbio listaram ainda mais alto.

Uma análise do Banco Base disse que a força do candidato republicano Donald Trump influenciou a queda do peso.

A possibilidade de Donald Trump vencer as eleições de 8 de novembro deixou os mercados financeiros nervosos e isso se refletiu especialmente no peso mexicano, disse o banco.

Trump criticou o México e os acordos comerciais que lhe dão acesso ao mercado dos EUA. Os EUA têm uma influência descomunal na economia do México, comprando cerca de 80 por cento das exportações do México.

O colunista de jornal Carlos Loret de Mola disse que os problemas de saúde de Clinton são fundamentais.

As especulações estouraram contra a moeda mexicana na semana passada devido à saúde precária da candidata democrata Hillary Clinton, escreveu Loret de Mola no jornal El Universal.

Clinton teve que sair mais cedo de uma cerimônia em memória de 11 de setembro, e mais tarde revelou que estava com pneumonia.

O Departamento do Tesouro do México se recusou a comentar se a campanha dos EUA afetou a moeda do país. O departamento atribuiu a queda do peso principalmente às preocupações com um possível aumento da taxa de juros nos Estados Unidos e a queda nos preços do petróleo.

Os preços do petróleo foram citados na queda do peso nos meses anteriores, mas eles subiram um pouco em relação às baixas anteriores deste ano.

O peso caiu quase 17% em valor no ano passado.